“A facada saiu pela culatra” (Por: Joviniano Dourado)