Assessores de Marina avaliam que, sem Bolsonaro, debate ficou “morno”