Conecte-se Conosco
Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA)

Entretenimento

Marília Mendonça dará nome ao hospital onde nasceu, em Goiânia

Publicado

em

A 90 quilômetros de Goiânia, no único hospital de Cristianópolis, nasceu Marília Mendonça, ícone da música brasileira, morta em acidente aéreo na última sexta-feira . Vinte seis anos após o parto que trouxe a artista à vida, a prefeitura da cidade quer homenagear sua cidadã mais ilustre. O hoje Hospital Municipal de Cristianópolis deve se chamar em breve Hospital Municipal Marília Mendonça. “Ele não tem nome, sempre (é chamado só) assim, ‘hospital municipal’. Então eu quero, é da minha vontade, fazer essa homenagem a ela”, explica a prefeita Juliana Costa (DEM), que esteve no velório da cantora, em Goiânia, no sábado (06).

A prefeita espera que a homenagem seja concretizada ainda neste ano. Na segunda-feira ela vai tratar sobre a medida com os vereadores da base (seis dos nove parlamentares da cidade) e espera que a proposta seja aprovada sem dificuldades. “Vou mandar um projeto de lei para a Câmara. Amanhã a gente marca uma reunião com os vereadores da base. Tenho certeza que vai ser aprovado”.

A mãe de Marília, Ruth Moreira, será convidada para a cerimônia. Junto com a mudança de nome, será reinaugurado o centro cirúrgico do hospital, que passou com reformas. Nas salas do hoje desativado centro cirúrgico, Marília veio à luz na noite do dia 22 de julho de 1995. Uma das primeiras mãos a recebê-la foi Cláudia Borges, técnica de enfermagem de plantão na ocasião.

“Todo mundo aqui tem o maior respeito por ela. Para nós é um fenômeno. Ontem foi um dia complicado”, afirma Cláudia contando sobre como descobriu ter sido umas das pessoas que presenciou o nascimento da cantora. “No início da carreira ela disse em um programa de TV que tinha nascido aqui. Fomos procurar nos livros de registro do Hospital e encontramos. Foi uma festa. Espalhamos para a cidade inteira”, completou Cláudia.

Entretenimento

Jovem Pan faz caça às bruxas e demite funcionários envolvidos em corrupção

Publicado

em

A alta cúpula da Jovem Pan News iniciou um processo de caça às bruxas após descobrir um esquema interno de corrupção, no qual alguns poucos funcionários encontraram uma maneira de desviar verbas de investimentos na estrutura do canal para seus próprios bolsos. Nomes grandes foram deflagrados e o clima está pesadíssimo por lá. 


A coluna conversou com alguns funcionários, que nos pediram sigilo sobre suas identidades, e disseram que até mesmo um integrante do time executivo foi pego no esquema e acabou demitido na última semana sem se despedir de ninguém. Apenas saiu dos grupos de WhatsApp e não apareceu mais na emissora. 

Uma das maneiras encontradas para desviar o dinheiro da Jovem Pan foi a famosa rachadinha. Sim, o mesmo crime que fez Flávio Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, ser investigado por supostamente desviar dinheiro de seus assessores parlamentares entre 2013 e 2018.


Continue lendo

Entretenimento

HBO Max anuncia série documental de Ivete Sangalo

Publicado

em


A HBO Max anunciou na tarde desta segunda-feira (29), uma série estrelada por Ivete Sangalo. Em fase final de produção, “Onda Boa com Ivete” terá cinco episódios, em que os fãs poderão mergulhar no processo criativo da cantora e dos convidados. 

Em cada episódio, Ivete recebe outros músicos consagrados para um bate-papo e desenvolvimento de novas músicas. Estarão presentes na produção: Agnes Nunes, Carlinhos Brown, Iza, Gloria Groove e Vanessa da Mata.

Continue lendo

Entretenimento

Filho de Chorão revela que pai deixou dívida impagável

Publicado

em

Alexandre Abrão filho de Chorão (1970-2013), revelou que herdou de seu pai uma dívida impagável , em entrevista ao G1 , o herdeiro do falecido cantor contou que o pai comprou os direitos do Charlie Brown Jr. nos anos 2000, acumulando dívidas com a gravadora EMI.

“Desde que meu pai faleceu, uma das pessoas que trabalhava com o meu pai falava: ‘O Chorão tem uma dívida impagável com a EMI’. Até hoje essa dívida impagável está aí. A gente paga de pouquinho em pouquinho, porque retém os direitos artísticos. Isso é uma coisa que ninguém sabia”, explica Alexandre . “A EMI simplesmente retém e a gente não vê esse dinheiro. As pessoas falam: ‘Ah, chove dinheiro’. Não é assim” , disse.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Tópicos populares

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Conteúdo protegido