Conecte-se Conosco

Política

No tempo do Lula carne era mais barata, mas não tinha pandemia, diz Bolsonaro

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta sexta-feira (18) que a carne era mais barata nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e buscou justificar os preços elevados atualmente a outros problemas, como a pandemia da Covid-19.
 

” ‘Ah, no tempo do Lula você comprava carne mais barata’. Comprava sim, só que ele não enfrentou uma pandemia, não enfrentou endividamento de R$ 700 bilhões. Não enfrentou uma situação de emprego terrível no Brasil, pelo menos 40 milhões de pessoas viviam na informalidade. Não tinham carteira assinada”, disse Bolsonaro durante a live semanal.
 

No começo de fevereiro, o preço da carne voltou a subir no país, após sinais de trégua em outubro e novembro do ano passado. Segundo dados do IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), os produtos tiveram altas em dezembro de 2021 e janeiro de 2022, com aumento de 0,90% e 1,15%, respectivamente.
 

“‘Ah, com o Lula era melhor’. Ele não enfrentou uma pandemia que eu enfrentei”, repetiu o mandatário, em outro momento da transmissão no qual buscou justificar comparações entre os governos.
 

Antes de falar do preço da carne, Bolsonaro disse que, antigamente, uma mudança de regime ocorria pela força, com armas, e que hoje “está mais pela conversa mole”. Apesar do comentário em tom crítico, Bolsonaro é defensor da ditadura militar (1964-1985).
 

Assim, o chefe do Executivo disse ter preocupação e esperar que “o povo acorde”. A declaração sobre o petista ocorreu também logo após ele reconhecer, mais uma vez, que pode não ser “o melhor cara do mundo”, mas pediu que se observasse se a pessoa melhor que ele teria chances em uma “eleição limpa”.
 

Lula lidera as pesquisas de intenção de votos à Presidência. Além disso, como mostrou o Datafolha em dezembro, metade dos brasileiros consideram o petista o melhor presidente que o país já teve, bem à frente de Jair Bolsonaro.
 

Segundo aferiu o instituto à época, Lula, que governou entre 2003 e 2010, é o líder no ranking dos ex-presidentes para 51% dos entrevistados, 40 pontos à frente de Bolsonaro, escolhido por 11%.
 

Para analistas, as altas no preço da carne entre o final de 2021 e o começo de 2022 refletem uma combinação de fatores. Em parte, há efeitos sazonais, porque a demanda no mercado interno costuma ser aquecida com as festas de fim de ano.
 

Além disso, também há reflexos do fim do embargo das exportações de carne bovina brasileira para a China, anunciado em 15 de dezembro. A medida estava em vigor desde o início de setembro, após o registro de dois casos atípicos de vaca louca.
 

Foi justamente o embargo que, segundo analistas, havia feito os preços darem sinais de trégua para o consumidor brasileiro, já que a oferta de produtos ficou mais concentrada no mercado interno antes das festas de final de ano.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Marcha para Jesus: Bolsonaro convoca evangélicos para o 7 de setembro

Publicado

em


Durante o discurso para os  fiéis que participam da Marcha para Jesus neste sábado (13), o  presidente Jair Bolsonaro (PL) convida o público do evento para participar do desfile do feriado de 7 de setembro, que ocorrerá na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro. O mandatário também pede por ‘transparência e liberdade’.

“No próximo dia 7, vamos todos às 15 horas, estar presente em Copacabana. Vamos dar um grito muito forte, dizendo a quem pertence esta nação. O que nós queremos é transparência e liberdade”, disse Bolsonaro em um trio elétrico, acompanhado do deputado federal Helio Lopes (PL).

Continue lendo

Política

Bolsonaro: carta pela democracia vale menos que ‘pastelzinho de vento’

Publicado

em

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a criticar “Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito”, neste sábado (13), em suas redes sociais. O mandatário disse que o documento vale menos que um “pastelzinho de vento”.  

Continue lendo

Política

Codecon vistoria 72 estabelecimentos comerciais durante Operação Dia dos Pais

Publicado

em

A Operação Dia dos Pais, realizada pela Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), contabilizou 72 estabelecimentos comerciais vistoriados nesta edição. 

Segundo a pasta, as visitas aos estabelecimentos foram realizadas pelos fiscais do órgão entre a última segunda-feira (8) até a sexta-feira (12). A operação teve como objetivo verificar as condições de oferta dos estabelecimentos comerciais e coibir práticas abusivas.

Os principais ramos de estabelecimentos visitados no período foram joalherias, perfumarias, óticas e lojas de calçados. Quatro estabelecimentos foram notificados por ausência de preços nos produtos, prática que infringe o Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Durante a Operação Dia dos Pais deflagrada no ano anterior, 40 estabelecimentos foram notificados. Na ocasião, a maioria foi notificada por ausência de informação de preço nos produtos. As demais irregularidades identificadas à época foram ausência de um exemplar do CDC, não emissão de nota fiscal e comercialização de produtos com prazo de validade vencido.

Continue lendo
Propaganda [smartslider3 slider="2"]
Propaganda [smartslider3 slider="2"]

Tópicos populares

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Conteúdo protegido