Conecte-se Conosco
Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA)

Política

Exclusivo: “ACM, meu amor” e “Lula lá”, estes jingles serão regravados? Veja na Coluna Questão de Ordem também os bastidores da política baiana

Publicado

em

Coluna Questão de Ordem: A imparcialidade e isenção são os maiores patrimônios do jornalismo. A coluna seguirá a mesma linha editorial do site Bahia Repórter com respeito aos citados, sigilo total das fontes – quando solicitadas, informações exclusivas, imparcialidade, apuração jornalística e histórica. Ou seja, o jornalismo como deve ser feito: com ética. Toda terça-feira , às 21 horas, impreterivelmente, uma coluna recheada de informações. Não durma antes de lê-la. A informação na política é uma preciosidade .

(Por Fernanda Dourado

Jingles – a alma de uma campanha 

A segunda edição da Coluna Questão de Ordem, do site Bahia Repórter, será iniciada com melodia, mas, claro melodia política.Como já dizia Frederico Nietz: “A vida sem a música seria um erro”.  A coluna além de noticiar informações de bastidores, também, valoriza  e resgata a história da política nacional e estadual, e, claro, resolveu compartilhar com seus leitores dois jingles que fizeram sucesso nas campanhas eleitorais da direita e da esquerda. Os candidatos – que disputavam cargos distintos , mas tinham dois pontos em comum: a inegável liderança e o carisma. Mas, claro, cada um ao seu estilo! 

“ACM, meu amor” 


ACM foi governador, senador e ministro das
Comunicações. Morreu em 2007 aos 79 anos

Nas eleições de 1990, o jingle de “ACM, meu amor” emocionou a Bahia. Até quem é mais jovem se recorda desta canção por conta dos pais ou avós – que apoiavam o político. “Você se lembra de mim”… “Eu nunca vi você tão só”, emendava o jingle que embalou a vitória de ACM naquela eleição, quando venceu Roberto Santos e Lídice da Mata nas urnas ‘analógicas’. Assista ao vídeo (👇)



ACM Neto irá regravar?

A “ACM, meu amor” – a melodia – que tem 31 anos é muito atual – e, inclusive, casa muito bem com o cenário político – que ACM Neto – tem colocado em seus discurso. É só imaginar o trecho da canção “Você se lembra de mim!?” sendo coberto com imagens de ACM Neto – ainda pequeno ao lado de seu avô. Claro que com uma edição – muito bem feita e com recursos de imagens da atualidade – traria na memória dos mais velhos e dos que seguem seus familiares – a nostalgia. Inclusive, no YouTube onde há algumas versões do jingle postadas – muitas pessoas pedem a regravação. A Coluna Questão de Ordem entrou em contato com a assessoria de ACM Neto, mas não informaram se o jingle será regravado ou não. 

Faca de dois gumes?

ACM Neto e seu avô, o ex-governador da Bahia
e ex-senador, ACM – que faleceu em 2007

Houve um burburinho que o PT quer associar ACM Neto ao seu avô para tentar enfraquecê-lo. Mas eis a questão: é inevitável não associar ACM Neto ao seu avô – já que são homônimos e, claro, Neto é um herdeiro político. Mas seria bom ou ruim enfatizar isso na campanha? ACM era odiado por uns, mas amado por muitos. Portanto, o tiro pode sair pela culatra até por que muitas eleitores, principalmente, do interior – que desconhecem os feitos de ACM Neto a frente da prefeitura de Salvador – o apoiam, por conta da herança política herdada pelo seu avô paterno. Inclusive, os mais conservadores – ainda têm admiração pelo ex-governador da Bahia e podem até achar ofensivo – já que ACM faleceu em 2007. 

“Lula lá”

Lula foi o primeiro ex-operário a se tornar presidente do Brasil, governou o país em dois mandatos (2003 até 2006, e de 2007 até 2011).

“Lula Lá” (também conhecida como “Sem medo de ser feliz”) é uma canção escrita pelo cantor e compositor brasileiro Hilton Acioli para o segundo turno da campanha presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores, em 1989 – ano em que a composição ficou popular, durante a primeira eleição direta no Brasil. (Assista ao vídeo 👇)

Reencontro de Lula com o compositor 

Lula não saiu vitorioso nas ruas, mas ao lembrar  desta canção se emocionou ao reencontrar o compositor. “ Sem dúvida, canção é uma das mais emocionantes da história do país, além da melodia, da letra ainda temos o acordeom que deu um brilho a mais na canção.  (Assista ao vídeo 👇)


“Lula lá, Wagner cá”

O ex-presidente Lula e senador e
ex-governador, Jaques Wagner

A expressão “Lula lá, Wagner cá” já é utilizada por alguns petistas no meio político. Por isso, a uma expectativa de uma regravação à campanha eleitoral . A melodia da canção e o som do acordeom podem emocionar até mesmo um democrata e quiçá um bolsonarista. Na época, a canção foi gravada pelo o trio: Gilberto Gil, Djavan e Caetano Veloso. Nos comentários do YouTube as pessoas também pedem um remake.

”Nem a candidatura ainda está definida”, diz assessoria de Lula à nossa Coluna 

Coluna Questão de Ordem entrou em contato com a assessoria direta de Lula para saber sobre uma possível regravação da melodia, e recebeu a seguinte resposta: “Não tem nenhuma discussão disso ainda”,  e acrescentou: “Nem a candidatura está definida”.

“Eu não gosto de político xingador”, diz Jaques Wagner (Veja video 👇)

O senador da república e ex-governador da Bahia, afirmou durante seu discurso nesta segunda-feira (25) em Santo Estevão – que não gosta de político “xingador”. “Eu não gosto de político xingador. Eu digo aos meus – que me acompanham: não xinguem . Quem xinga é quem não tem argumentos para conhecer as pessoas. E lembre que você tem família e quer ter sua família respeitada. Seu adversário também tem família e merece ser respeitada”, ponderou Jaques Wagner. A democracia é bonita para debater ideias e não trocar ofensas”, acrescentou Wagner para os munícipes.

Gangorra de emoções no PP

João Leão é o vice-governador da
Bahia e presidente estadual do PP

Desde o primeiro dia que foi especulada a ida do presidente Jair Bolsonaro à ala, os progressistas não tiveram um dia sequer de paz.  Uma avalanche de sentimentos rodeiam os corações progressistas – e, claro, suficientes para desestabilizar até o filiado mais tranquilo. O presidente da legenda e vice-governador da Bahia, João Leão – que é sempre muito cortês e educado com a imprensa – tem evitado dar declarações sobre o imbróglio.

PP respirou mais aliviado nesta terça-feira

Jair Bolsonaro, presidente da república,
e Valdemar Costa Neto – presidente do PL

O Bahia Repórter noticiou com exclusividade, nesta terça-feira ( 26) a ligação de Bolsonaro para Valdemar Costa Neto, presidente do PL, com intuito de negar a filiação dele ao PP. A divulgação do vídeo de Valdemar convidando Bolsonaro, os filhos e seguidores para ingressar na legenda foi por conta da segurança que o chefe do executivo passou para Valdemar sobre sua filiação partidária ao PL.

Valdemar Costa Neto pretende aumentar a bancada 

O PL – que é bem menor que o PP na Bahia – já estava apreensivo com o veto do retorno das coligações partidárias – como externou Zé Rocha. Com a possível ida de Bolsonaro, Valdemar Costa Neto acredita que fará uma bancada com 60 deputados federais.

União Brasil : Legisladores ligam o sinal de alerta

A possível articulação política do deputado federal, Zé Rocha, PL, e de outros legisladores governistas – para a legenda União Brasil – partido em formação – acendeu um sinal de alerta aos aliados de ACM Neto. Alguns políticos já temem que a procura pela União Brasil seja muito grande por conta do fundo partidário de 1 bilhão e, segundo políticos, ACM Neto – pela ânsia de chegar ao poder – acolha, sem critérios, políticos que não tenham nada a ver com a direita e ainda tenham mais votos do que seus aliados. A questão é a seguinte – após o veto do retorno das coligações partidárias – os partidos que devem fazer mais parlamentares são União Brasil e PT. Contudo, o funil para se entrar no PT é, sem dúvida, bem mais apertado.

Robinho volta a atacar o governo

O deputado estadual Robinho (PP) – que não faz mais parte da bancada do governador Rui Costa (PP) – usou a tribuna da Casa nesta terça-feira a atacar, mais uma vez, o governo. Confira o discurso na íntegra do legislador. (Assista aqui 👇)

—————————————————
*Fernanda Dourado é editora-chefe do site Bahia Repórter. A jornalista – que é formada desde 2005  – é especialista em política e já trabalhou nos principais veículos de comunicação da Bahia sempre na área política. Fernanda Dourado faz cobertura política na Bahia e nacional.

Política

Em nova pesquisa, ACM Neto lidera intenções de voto para governador e venceria Wagner no 1º turno

Publicado

em

Continue lendo

Política

BN/Séculus: ACM Neto lidera intenções de voto para governador e venceria Wagner no 1º turno

Publicado

em


O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), lidera as intenções de voto para governador da Bahia em todos os cenários pesquisados pelo instituto Séculus, em parceria com o Bahia Notícias. Ele tem mais que o dobro dos percentuais apresentados pelo senador Jaques Wagner (PT) e, de acordo com o levantamento, caso as eleições fossem hoje, venceria no primeiro turno.


No primeiro cenário, ACM Neto aparece com 49,16% das intenções de voto, contra 22,27% de Wagner. Bem atrás dos dois, aparecem João Roma (Republicanos), ministro da Cidadania, com 3,57%; o vice-governador João Leão (PP), com 2,86%; o senador Otto Alencar (PSD), com 2,52%; Dra. Raíssa Soares (sem partido), com 1,26%; e a yalorixá Bernadete Souza (PSOL), com 0,84%. Responderam “nenhum”, 12,48% dos entrevistados, enquanto 5,04% não sabem ou não opinaram.

Em um segundo cenário, o ex-prefeito de Salvador aumenta sua vantagem e chega a 53,7% das intenções de voto, contra 24,87% de Jaques Wagner, 4,66% de João Roma e 0,88% de Bernardete Souza. “Nenhum” pontuou 10,71%, enquanto 5,17% não souberam responder ou não opinaram.


No terceiro cenário, João Roma é substituído como candidato bolsonarista pela Dra. Raíssa Soares. ACM Neto mantém 53,7% das intenções de voto, assim como Wagner estaciona em 24,87% dos entrevistados. A médica, que atua na região de Porto Seguro, fica em 2,86%. Bernardete Soares, assim como os políticos de DEM e PT, também não altera sua pontuação: 0,88%. Responderam “nenhum”, 12,44% dos entrevistados, enquanto 5,25% não sabem ou não opinaram.

ACM Neto supera os percentuais de todos os seus adversários somados nos três cenários pesquisados. Por isso, é possível afirmar, com base nos números do levantamento BN/Séculus, que o ex-prefeito de Salvador venceria as eleições de 2022 no primeiro turno, caso o pleito ocorresse hoje. Informações do Bahia Notícias.

Continue lendo

Política

Pesquisa interna do Podemos gruda Moro a Bolsonaro, mas mostra Lula vencendo no 1º turno

Publicado

em

O Podemos realizou uma nova pesquisa interna e aumentou ainda mais a preocupação de Sergio Moro. Segundo os números, Lula segue tendo grandes chances de vencer no primeiro turno. Já o ex-juiz fica perto de Bolsonaro, mas não demonstra fôlego para alcançar o ex-presidente.

Conforme apurou o DCM, o ex-ministro de Bolsonaro possui 16% das intenções de votos. Ele é o nome mais forte da terceira via e está muito próximo do atual chefe do executivo federal. O governante brasileiro, que se filiou recentemente ao PL, é citado por 19% dos entrevistados. Ciro Gomes, quarto colocado, tem apenas 7%.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Tópicos populares

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Conteúdo protegido