Conecte-se Conosco

Política

Questão de Ordem: ACM Neto diz ter total confiança na vitória de Cacá Leão ao senado; Veja os bastidores da coletiva de imprensa de Leão e Cacá

Publicado

em

Compartilhe esta notícia!

Coluna Questão de Ordem: A imparcialidade e isenção são os maiores patrimônios do jornalismo. A coluna seguirá a mesma linha editorial do site Bahia Repórter com respeito aos citados, sigilo total das fontes – quando solicitadas, informações exclusivas, imparcialidade, apuração jornalística e histórica. Ou seja, o jornalismo como deve ser feito: com ética. Toda terça-feira , às 21 horas, impreterivelmente, uma coluna recheada de informações. Não durma antes de lê-la. A informação na política é uma preciosidade .

Leão nega ter problemas de saúde

O vice-governador da Bahia negou em coletiva de imprensa que tenha problemas de saúde ao afirma que pode até apresentar o relatório médico. “Estou zero km”, mas que o ritmo acelerado de Neto o fez desistir – já que o piseiro e a visita a cinco municípios no dia o deixou muito cansado. Ele ainda alfinetou o governador quando disse que “aguentar a ligeireza” é fácil, mas acompanhar o “Bonitão”, ACM Neto é difícil. Veja aqui!

O piseiro de 3 km

Veja abaixo a performance de Leão acompanhado ACM Neto no piseiro!

O carisma de Leão

O carisma é mais fácil de reconhecer do que definir. Não há dúvida alguma que o vice-governador da Bahia, João Leão, tem um carisma nato. O progressista – que tem 76 anos de idade – consegue atrair os holofotes políticos e deixar a política mais leve, menos enfadonha e mais criativa neste momento de polarização. 

O Neto de Leão 

Apesar de não ser marqueteiro, o vice-governador da Bahia tem umas tiradas políticas de causar inveja a qualquer profissional da área de marketing. Quando Leão foi anunciado na chapa majoritária de ACM Neto, o progressista utilizou o sobrenome  “Neto” de ACM para dizer que ganhou um Neto, e, claro viralizou. 

“Dois Leões lutando pelo povo”

Agora que o deputado federal, Cacá Leão, irá disputar a vaga do senado no lugar do pai, Leão lançou: “Dois Leões lutando pelo povo”. Veja aqui!


Puxador de votos

A expectativa de legisladores federais é que Leão seja um puxador de votos com objetivo de fortalecer a bancada. Na última eleição que foi candidato ao Parlamento Federal, Leão obteve 204 mil votos.

Receio nas bases

Apesar do anseio por ser puxador de votos, alguns legisladores federais temem também que prefeitos acabem optando por Leão na hora do apoio. Contudo, João Leão ao responder o questionamento do Bahia Repórter, afirmou que “sempre respeitará a base política dos aliados e que, inclusive, pode até pedir votos para os colegas de partido.

Pesquisa qualitativa e troca de Leões

ACM Neto afirmou que a última pesquisa qualitativa feita pelo grupo foi quase no mesmo período desistência do senador Jaques Wagner ao governo. “De lá pra cá ainda não fizemos qualitativa”, ao afirmar que a mudança na candidatura ao senado não tem nada a ver com pesquisa e que, inclusive, ele não pediu que fizesse esta troca de Leões. Neto disse que a chapa dos sonhos era ele e Cacá Leão. O ex-prefeito ainda afirmou que “acreditava na vitória de João Leão e que acredita na vitória de Cacá Leão”.

Ciumeira no seio Netista

O fato é que o ciúmes na política é evidenciado em todos os lados. Mas na coletiva de imprensa ACM Neto fez questão de lembrar que nenhum deputado estadual foi convidado a participar apesar de serem bem-vindos, mas enfatizou, segundo ele, para não desprestigiar os outros. Dizem que a ciumenta no seio Netista é gigantesca, principalmente, após as novas adesões.

ACM Neto diz não perder um milímetro de seu tempo se não for questões relacionadas a Bahia

O ex-prefeito, ACM Neto, afirmou que não perde um milímetro de seu tempo se não for questões relacionadas à Bahia, inclusive, afirmou que resolve as questões de nacionais por telefone. “Se fosse antes em uma terça-feira, eu estaria em Brasília”, afiançou ao lembrar que está totalmente dedicado à campanha.

Cacá Leão

João Leão lembrou a trajetória política do filho e disse ter orgulho. Cacá Leão aproveitou para enfatizar em seu discurso – que desde quando assumiu o mandato de deputado federal legislou nos três governos: Dilma, Temer e Bolsonaro. O parlamentar usou o mesmo discurso de Neto ao afirmar que ajudará a governo com qualquer que seja o presidente da república. Cacá Leão foi deputado estadual por dois mandatos consecutivos e era muito bem-quisto no Parlamento estadual: pela oposição e situação! Usava a diplomacia na Assembleia Legislativa da Bahia.

Cajado e a insatisfação

A insatisfação de Cajado, deputado federal e presidente nacional interino do PP, com a decisão de substituir Cacá por João Leão na disputa pelo senado também foi lembrada na coletiva. Contudo, Cacá não deu muita ênfase e desconversou ao falar que ficará tudo bem e que Cajado é um amigo.

*Fernanda Dourado é editora-chefe do site Bahia Repórter. A jornalista – que é formada desde 2005  – é especialista em política e já trabalhou nos principais veículos de comunicação da Bahia sempre na área política. Fernanda Dourado faz cobertura política na Bahia e nacional.


Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Aids: novo remédio contra HIV pode custar R$ 200; valor atual é mil vezes maior

Publicado

em

Compartilhe esta notícia!

Um medicamento inovador contra o HIV , que atualmente tem um custo anual de aproximadamente US$ 40 mil (cerca de R$ 200 mil) por pessoa, poderia ser reduzido para US$ 40 (cerca de R$ 200) na versão genérica, segundo estimativas apresentadas na 25ª Conferência Internacional de Aids, em Munique, Alemanha. 

Desenvolvido pela empresa americana Gilead, o antirretroviral baseado na molécula lenacapavir tem o potencial de transformar o tratamento do HIV. Trata-se de apenas duas injeções anuais, o que representa uma vantagem significativa em relação às pílulas diárias. Além disso, está sendo testado como um medicamento preventivo (PrEP), com uma eficácia de 100% conforme um estudo preliminar recente.

Continue lendo

Política

Escritora itabunense Thaíse Santana lançará novo livro em Itabuna e em Salvador

Publicado

em

Compartilhe esta notícia!

Acontecerá em Itabuna o evento oficial de lançamento do livro Dentro da casa o vazio, de Thaíse Santana. A data escolhida foi o célebre 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. O evento será realizado na Câmara Municipal de Itabuna (galeria dos presidentes) às 18h. Outros eventos de lançamento acontecerão em Salvador: dia 27 de julho na Livraria do Glauber e dia 29 de julho na Biblioteca Central do Estado da Bahia.
Dentro da casa o vazio é o segundo livro de Thaíse Santana. Ele foi classificado no Prêmio Carolina Maria de Jesus de Literatura Produzida por Mulheres (2023) do Ministério da Cultura e publicado, recentemente, pela Editora Urutau (2024). O livro é composto por 90 poemas, os quais são divididos em duas seções: “o vazio” e “a casa”.
A metáfora do vazio construída na obra diz respeito a muitas coisas: ao cansaço, ao luto, à insatisfação, ao racismo, à solidão, à distância, à exaustão das tarefas domésticas, ao distanciamento social, ao medo. No entanto, o vazio não existiria se não tivesse uma Casa para habitar. Nela, muito além do vazio, habitam pessoas, a coragem, os costumes, os afetos, os desejos, a fé, a beleza, os sonhos. Independentemente de qualquer vazio, a Casa não deixa de ser quem é: lugar de acolhimento, lugar de partida e de chegada. Nós também somos casa.
Thaíse Santana é oriunda do bairro São Pedro. Estudou em escolas públicas de Itabuna. Apesar das dificuldades, aproveitou algumas oportunidades que teve e ingressou na universidade pública. Cursou Letras na Universidade Estadual de Santa Cruz. Fez mestrado na Universidade Federal de Viçosa, em Minas Gerais, e doutorado na Universidade Federal Fluminense, no Rio de Janeiro.
O lançamento em Itabuna terá uma programação diversificada, que inclui apresentação da obra, declamação de poemas, homenagens, sessão de autógrafos e coquetel. O evento é gratuito e indicado para todas as idades.

Continue lendo

Política

Presidente da Assidivam aponta desafios e oportunidades para ambulantes

Publicado

em

Compartilhe esta notícia!

O mercado ambulante de Salvador enfrenta grandes desafios, incluindo a informalidade e a falta de oportunidades de crescimento. Este foi o foco da entrevista com Mário Lopes, presidente da Associação Integrada de Vendedores Ambulantes e Feirantes da Cidade de Salvador (Assidivam), no novo episódio do podcast “É da nossa conta” apresentado pela jornalista Fernanda Dourado e o presidente da Associação Comercial da Bahia, Paulo Cavalcanti.

De acordo com Lopes, estima-se que atualmente existam cerca de 80 mil ambulantes nas ruas da capital baiana, dos quais apenas aproximadamente oito mil são formalmente registrados. “A quem interessa estas pessoas continuarem desta forma na informalidade?”, questionou Lopes.

Durante o bate-papo, o presidente da ACB, Paulo Cavalcanti, aproveitou para apresentar o programa “Projeto Marsúpio”, que visa transformar ambulantes informais em empreendedores formalizados. Em suas declarações, Cavalcanti enfatizou a importância do projeto para a dignidade humana e a autoestima dos cidadãos. “Transformar o informal em formal é fundamental para levar dignidade humana”, afirmou Cavalcanti.

Ele ainda ressaltou a importância de uma visão estratégica para promover o crescimento desta categoria, possibilitando que ambulantes se tornem empresários bem-sucedidos.

Paulo Cavalcanti, Fernanda Dourado e Mário Lopes

Cavalcanti ressaltou que o programa não apenas melhora a condição econômica dos ambulantes, mas também fortalece a relação entre os cidadãos e o estado, promovendo um sentimento de inclusão e pertencimento. “É um pilar da autoestima cidadã”, afirmou Cavalcanti.

A jornalista Fernanda Dourado enfatizou a importância em ter melhorias nas condições de trabalho dos ambulantes. “Quando passo ali na Avenida Sete, me solidarizo com os ambulantes – que apesar de ter melhorias nas condições de trabalho, ainda exercem a função de forma precária. Faça chuva ou sol escaldante, eles estão ali trabalhando sem nenhuma valorização social”, afirmou a jornalista Fernanda Dourado ao parabenizar Paulo Cavalcanti por levar, pela primeira vez, um ambulante para discutir cidadania na ACB. “Um momento histórico” acrescentou a comunicadora.

A entrevista completa pode ser conferida no episódio do podcast “É da nossa conta!”, disponível, no canal “E aí?” no YouTube.

Continue lendo

Tópicos populares

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com