Conecte-se Conosco
Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA)

Política

Coluna: A debandada de prefeitos em 2014 por conta da pesquisa

Publicado

em

Coluna Questão de Ordem: A imparcialidade e isenção são os maiores patrimônios do jornalismo. A coluna seguirá a mesma linha editorial do site Bahia Repórter com respeito aos citados, sigilo total das fontes – quando solicitadas, informações exclusivas, imparcialidade, apuração jornalística e histórica. Ou seja, o jornalismo como deve ser feito: com ética. Toda terça-feira , às 21 horas, impreterivelmente, uma coluna recheada de informações. Não durma antes de lê-la. A informação na política é uma preciosidade .


(Por Fernanda Dourado) 

O ex-prefeito de Salvador e secretário geral do União Brasil, ACM Neto, tem dado pista de como será o tom de sua campanha eleitoral para o Palácio de Ondina: agressiva em números, mas emotiva em discursos. Neto – que tenta evitar a polarização, (PT x Bolsonaro ) a todo custo – não tem poupado ataques ao governo petista – sempre munido de estatísticas e utilizando dos mecanismos comparativos, ou seja, fazendo um paralelo entre a Bahia e outros estados nordestinos – que, segundo ele, estão a frente do estado baiano por incompetência da gestão petista. Ele também utiliza da emoção em seu discurso. E assim fez, mais uma vez, no evento Mulher Democrata – onde a “Coluna Questão de Ordem” do site Bahia Repórter esteve presente e, também, estará presente em eventos dos outros candidatos. A coluna Questão de Ordem que se iniciou nesta terça-feira (19) será pautada com a mesma linha editorial do site Bahia Repórter com isenção – o maior patrimônio do jornalismo. Toda terça-feira , às 21 horas, impreterivelmente, uma coluna recheada de informações.


Intonação: sem alterar o timbre de voz 

Acm Neto no encontro das mulheres do DEM

Em uma sala lotada  de mulheres – o ainda demista ACM Neto – atacou o governo petista em todo o seu discurso ( do início ao fim), mas sem sequer alterar o timbre de voz. Mesmo sem o discurso raivoso, ele conseguiu arrancar – a todo instante – aplausos das mulheres presentes.

Estatísticas impactantes 

Assim como no jornalismo, a estatística também tem um peso gigantesco em campanhas políticas – já que é o conteúdo da matemática que mais aparece em revistas e reportagens de jornais e em qualquer área do conhecimento de maneira significativa. Neto tem usado bastante. O demista usou números impactantes para prender ainda mais a atenção das mulheres da legenda juntamente com metáfora – figura de linguagem em que se encontra uma comparação implícita. Os artifícios utilizados pelo demista deixou o discurso informátivo, leve, natural, não raivoso e didático – mesmo sem utilizar power point. Em tempo: o ex-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gaban, utilizava muito de dados na época da que era líder da oposição na Casa. Dessa forma, ele era muito requisitado pela imprensa.

Emoção 

Boas histórias provocam emoções no seu público. Neto também utilizou deste recurso durante sua explanação ao falar de sua caminhada pela Bahia e trouxe histórias de baianos, que segundo ele, foram escutadas durante sua caminhada pela Bahia. Inclusive, a frase “caminhada pela Bahia” foi utilizada diversas vezes durante sua apresentação. 

Educação 

Ao falar da educação, o pré-candidato ao governo do estado – citou  a desigualdade social e lembrou que o meio para extingui-la é o investimento na educação. Em seguida,  lembrou que a Bahia, segundo ele, ocupa a pior nota no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) – ao enfatizar que Ceará e Pernambuco cresceu a nível educacional.

Segurança pública ( clique no vídeo)

trim.D83A2C75-AF44-4174-A993-25DDBACA49F7

A segurança pública parece que será o “calcanhar de aquiles” do PT se depender de ACM Neto. Em seu Instagram, o demista já fez diversos vídeos – utilizando áudios e imagens de impacto em preto e branco – para criticar a segurança no estado baiano.

Segundo ACM Neto, a Bahia ocupa o primeiro lugar em número de homicídio no Brasil. Como foi noticiado aqui no Bahia Repórter Jaques Wagner já disse que no momento certo falará da segurança pública e até citou que quando entrou no governo, segundo o petista, nem gasolina havia nos carros dos polícias. A briga será de dados, imagens e discursos na internet e no horário eleitoral.

Geração de empregos 

geração de trabalho e renda (GTR) comprende a criação de novas e pequenas unidades produtivas ou a expansão das já existentes. E Neto reafirmou que a geração de emprego não será apenas na capital e na região metropolitana, mas, sim, de acordo com ele, nos 417 municípios baianos.

Saúde 

O ex-prefeito de Salvador não atacou a saúde. Durante a pandemia, prefeitura e governo estiveram lado a lado no combate ao coronavírus. 

Mulheres na política 

De acordo com o secretário-geral da legenda União Brasil, o investimento para atrair as mulheres no Brasil continuará. “Somos um dos partidos que mais gastou com candidatura de mulheres”, afiançou ao convocar as mulheres para apoiá-los.


15 anos do governo PT 

ACM Neto aposta em um possível desgaste  de uma gestão que já dura uma década e meia. Em seu discurso ACM Neto criticou a atuação do PT durante  estes 15 anos de gestão.  

Jaques Wagner e Paulo Souto se enfrentaram em 2006

2006: Fim da hegemonia do PFL 

Em 2006o ex-ministro Jaques Wagner (PT) saiu na frente e, contrariando as pesquisas, venceu a disputa ao governo da Bahia no primeiro turno. Com 53,12% dos votos válidos em 96% das urnas apuradas, ele bateu o candidato Paulo Souto (PFL), que disputava a reeleição e somava 42,71%.

Revanche 

Na época, a vitória de Jaques Wagner foi uma dupla revanche, já que o petista venceu o mesmo candidato que o derrotou em 2002 e, ainda, encerrou a hegemonia do PFL na Bahia. Desde 1991, os quatro governadores do Estado eram filiados ao partido: Antonio Carlos Magalhães, César Borges e o próprio Paulo Souto (duas vezes). A vitória de Souto daria 20 anos de controle ao PFL.

Jaques Wagner e Lula

Wagner em 2006 e 2021

Em 2006, Wagner sempre associou  sua imagem à do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ganhar espaço. Em 2021, o senador e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, qua agora é um político conhecido também estará lado a lado com o presidenciável e ex-presidente, Lula. 

Debandada de prefeitos do governo em 2014

Um deputado governista lembrou ao Bahia Repórter que em 2014 houve uma debandada de prefeitos que apoiavam o governo à oposição. Contudo, a Bahia assistiu a novela parecida com a vista em 2006: o candidato democrata Paulo Souto, que vinha liderando as pesquisas de intenção de voto no Estado, perdeu para seu rival petista, Rui Costa, que registrou 54% da preferência do eleitorado. Em 2006, Souto também encabeçava a liderança nas pesquisas, mas acabou perdendo para o petista Jaques Wagner, que comanda o estado há oito anos.

———————————————————

*Fernanda Dourado é editora-chefe do site Bahia Repórter. A jornalista – que é formada desde 2005  – é especialista em política e já trabalhou nos principais veículos de comunicação da Bahia sempre na área política. Fernanda Dourado faz cobertura política na Bahia e nacional.

Instagram: @fernandadouradojornalista

Política

Em nova pesquisa, ACM Neto lidera intenções de voto para governador e venceria Wagner no 1º turno

Publicado

em

Continue lendo

Política

BN/Séculus: ACM Neto lidera intenções de voto para governador e venceria Wagner no 1º turno

Publicado

em


O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), lidera as intenções de voto para governador da Bahia em todos os cenários pesquisados pelo instituto Séculus, em parceria com o Bahia Notícias. Ele tem mais que o dobro dos percentuais apresentados pelo senador Jaques Wagner (PT) e, de acordo com o levantamento, caso as eleições fossem hoje, venceria no primeiro turno.


No primeiro cenário, ACM Neto aparece com 49,16% das intenções de voto, contra 22,27% de Wagner. Bem atrás dos dois, aparecem João Roma (Republicanos), ministro da Cidadania, com 3,57%; o vice-governador João Leão (PP), com 2,86%; o senador Otto Alencar (PSD), com 2,52%; Dra. Raíssa Soares (sem partido), com 1,26%; e a yalorixá Bernadete Souza (PSOL), com 0,84%. Responderam “nenhum”, 12,48% dos entrevistados, enquanto 5,04% não sabem ou não opinaram.

Em um segundo cenário, o ex-prefeito de Salvador aumenta sua vantagem e chega a 53,7% das intenções de voto, contra 24,87% de Jaques Wagner, 4,66% de João Roma e 0,88% de Bernardete Souza. “Nenhum” pontuou 10,71%, enquanto 5,17% não souberam responder ou não opinaram.


No terceiro cenário, João Roma é substituído como candidato bolsonarista pela Dra. Raíssa Soares. ACM Neto mantém 53,7% das intenções de voto, assim como Wagner estaciona em 24,87% dos entrevistados. A médica, que atua na região de Porto Seguro, fica em 2,86%. Bernardete Soares, assim como os políticos de DEM e PT, também não altera sua pontuação: 0,88%. Responderam “nenhum”, 12,44% dos entrevistados, enquanto 5,25% não sabem ou não opinaram.

ACM Neto supera os percentuais de todos os seus adversários somados nos três cenários pesquisados. Por isso, é possível afirmar, com base nos números do levantamento BN/Séculus, que o ex-prefeito de Salvador venceria as eleições de 2022 no primeiro turno, caso o pleito ocorresse hoje. Informações do Bahia Notícias.

Continue lendo

Política

Pesquisa interna do Podemos gruda Moro a Bolsonaro, mas mostra Lula vencendo no 1º turno

Publicado

em

O Podemos realizou uma nova pesquisa interna e aumentou ainda mais a preocupação de Sergio Moro. Segundo os números, Lula segue tendo grandes chances de vencer no primeiro turno. Já o ex-juiz fica perto de Bolsonaro, mas não demonstra fôlego para alcançar o ex-presidente.

Conforme apurou o DCM, o ex-ministro de Bolsonaro possui 16% das intenções de votos. Ele é o nome mais forte da terceira via e está muito próximo do atual chefe do executivo federal. O governante brasileiro, que se filiou recentemente ao PL, é citado por 19% dos entrevistados. Ciro Gomes, quarto colocado, tem apenas 7%.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Tópicos populares

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Conteúdo protegido