Conecte-se Conosco

Política

Exclusivo: “Voltar, devo voltar. O mandato é até 31 de dezembro de 2024. No momento, não há essa possibilidade”, afirmou Carballal; Veja também os bastidores políticos da Câmara e da prefeitura de Salvador

Publicado

em


(Por Fernanda Dourado) 

Mesmo licenciado da Câmara de Vereadores o vereador Carballal, do PT, volta e meia ocupa o holofote da política baiana. O petista – que agora é ferrenho opositor ao governo do prefeito Bruno Reis e ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, ja foi líder do governo de ACM Neto. Atualmente, o vereador que está em seu quarto mandato é o coordenador de campanha do presidente da Câmara, Geraldo Júnior, postulante a vice-governador na chapa do candidato ao Palácio de Ondina do PT, Jerônimo Rodrigues. Carballal tem se destacado neste processo eleitoral como um articulador político, segundo bastidores.

Oposição e situação: Clima tenso na Câmara de Vereadores

Neste momento, a especulação é que o vereador licenciado retornaria ao Parlamento para liderar a oposição na Câmara Municipal do Salvador. De acordo com informações de bastidores, o clima no legislativo municipal anda muito tenso e o nome do petista teria sido mencionado, diversas vezes, por aliados e colegas do Parlamento pelo poder de liderança. A tensão não é apenas na oposição, mas, também, na situação.

Retorno pode ser até final de 2024

Bahia Repórter procurou o vereador licenciado para averiguar os burburinhos  sobre seu possível retorno  à Câmara com objetivo de assumir a liderança da oposição. O petista respondeu:

“Voltar, devo voltar. O mandato é até 31 de dezembro de 2024. No momento, não há essa possibilidade”, Carballal.

A articulação de Bruno Reis está fragilizada 

Segundo informações de bastidores, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (UB) tem feito uma ofensiva para manter a base e, também, recuperar a articulação política na Câmara de Vereadores que era feita pelo vereador Geraldo Júnior, mas que deixou a base de Bruno para candidato a vice-governador na chapa petista.

Blindagem excessiva ao prefeito 

Nos bastidores, há comentários no meio político que assessores ligados ao prefeito fazem uma espécie de blindagem descomedida ao gestor municipal e, segundo informações, tem prejudico de forma demasiada o Chefe do Executivo Municipal. Como já foi dito aqui, de acordo com legisladores municipais, há assessores que “têm mais pompa que o próprio Bruno Reis”. 

“Quando se falava com Bruno era como se falasse com Neto”

Ainda segundo um político, Bruno Reis era um porta voz de Neto. “Falar com Bruno era um afago que falaríamos com Neto, em seguida, e resolveríamos nossas demandas”. Contudo, Bruno não tem na prefeitura municipal nenhum político que tenha o mesmo traquejo que ele (Bruno) tinha na gestão de Neto.

Política

Filho de Bolsonaro diz sofrer terror psicológico do pai e apanhar da mãe

Publicado

em

Jair Renan, quarto filho do presidente Jair Bolsonaro (PL), revelou que sofre “terror psicológico” do pai e que ainda apanha da mãe, Ana Cristina Valle. A declaração foi feita na edição mais recente do próprio podcast do “04”, em que ele recebeu o cantor Negão da BL como convidado.

“Minha mãe me bate e ele [meu pai] faz terror psicológico. Eu prefiro que me bata do que faça minha cabeça, falar no meu ouvido. Aquilo que eu fico duas semanas pensando no que ele falou”, contou Jair Renan.

Segundo Jair Renan, depois que os pais se separaram, ele morou por seis anos com Bolsonaro, enquanto a mãe morava no exterior. Ele ainda relatou que, nesse período, o pai o segurava dentro de casa, não deixando que saísse. Hoje, o “04” mora com a mãe, em Brasília.

“Aqui em Brasília é até engraçado. É diferente de qualquer lugar do Brasil, aqui tem baba ovo, puxa-saco, um dando pernada em outro. Os influenciadores se matam, ninguém quer ver o outro crescer. Ainda mais por ser capital do país, cidade política, o negócio aqui é intenso”, criticou.

Continue lendo

Política

Oito pessoas são baleadas na Estação Pirajá

Publicado

em

Oito pessoas foram baleadas na Estação Pirajá, em Salvador, no fim da tarde desta sexta-feira (1º). Por meio de nota à imprensa, a CCR Metrô confirmou o episódio e disse que está apurando a ocorrência de disparo de arma de fogo. 

Ainda segundo o órgão, as primeiras informações indicam que o autor do disparo acessou o terminal de ônibus através da área externa.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Salvador, seis pessoas foram encaminhadas por meios próprios para a UPA Pirajá/Santo Inácio; uma outra vítima foi levada para a UPA de São Caetano; uma vítima veio à óbito no local. 

Continue lendo

Política

IGHB promove exposição e seminário sobre personagens do 2 de Julho

Publicado

em


Do próximo sábado (2) até o dia 8 de julho, o Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB) apresenta ao público a Exposição “Personagens da Guerra pela Independência do Brasil na Bahia”. O objetivo da iniciativa é proporcionar a oportunidade de conhecer de perto as imagens das pessoas que tiveram um papel decisivo no 2 de Julho e que contribuíram para a vitória na guerra que consolidou a Independência do Brasil.

Estarão expostos quadros que retratam as figuras de Maria Quitéria, João das Botas, General Labatut, Lord Cochrane, Joaquim Pires de Carvalho e Albuquerque (Barão de Pirajá), Antonio de Souza Lima, Encourados de Pedrão, dos autores do Hino ao 2 de Julho, Ladislau Titara e José Santos Barreto, além de Joana Angélica, a Mártir da Independência e Abadessa do Convento da Lapa.

Nos dias 5 e 6, às 17h, com transmissão pelo canal youtube.com/ighbba, um seminário vai traçar um perfil histórico de alguns dos personagens que tiveram papel de relevância no processo de conquista da Independência do Brasil, notadamente ligados à guerra que, na Bahia, consolidou a separação de Portugal. Historiadores e pesquisadores estarão reunidos para falar sobre Joana Angélica, João das Botas, Madeira de Mello, Ladislau Titara, General Labatut e Maria Quitéria. 

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Tópicos populares

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
error: Conteúdo protegido